cumhoquei.com

  HOMENAGEM... 

 

 

ATÉ BREVE,

MANUEL FRANCISCO...

O Hóquei Micaelense está muito mais pobre!

No dia 28 de Maio de 2002 morreu Manuel Francisco Bastos da Silva, o grande impulsionador do Hóquei do Santa Clara, um nosso grande amigo de tantas tardes e noites...

Faltam as nossas discussões, Sr. "MANEL", e que saudades tenho delas, nunca abdicando dos direitos dos "SEUS" rapazes e sempre, à sua maneira, a orientar (como treinador que eras), educar (quase sempre com um bom raspanete e algumas vezes com o afagar dos cabelos aos teus rapazes), dirigir (a secção), transportar (os rapazes a casa), apitar (diversos jogos por falta de árbitros oficiais), lavar (os equipamentos em sua casa), reunir (com o clube e associação), perseguir (muita gente para conseguires algum dinheiro para material), ser PAI (QUE ERAS PARA MUITOS)... e curtir (a merecida "farrazinha" que tanto gostavas de fazer com os amigos...)

Por tudo isso, com uma enorme saudade (e tão pouco tempo ainda passou), recebe aí onde estás (no Céu, com toda a certeza) dos amigos que contigo, mas nunca chegando aos teus calcanhares, tentaram fazer alguma coisa pelo "TEU" hóquei, lembrando agora com imensa saudade e prazer as vezes em que, perdendo o jogo, logo exigias aos "teus" rapazes, como "gentleman" que eras, que fossem cumprimentar o adversário "ao centro"; e quando ganhavas, tentando disfarçar um sorriso maroto, obrigavas os "teus" vencedores a ir "ao centro" exigindo a eles a humildade que te caracterizava... sempre escondido atrás para que tudo pudesse correr bem na frente! E que bem “transportaste aos ombros” o Hóquei do TEU SANTA CLARA, quase sempre sozinho, para representares o teu clube com a dignidade que merece!

E quantas vezes reagiste exaltadamente, umas vezes com razão e outras sem ela, porque achavas que estavam a ser injustos contigo. E quantas vezes tentavas, e quase sempre com sucesso, colocar “agua na fervura” evitando grandes males. E quantas incompreensões suportaste! E que dor (eu sei, que te via e conhecia bem...) sentias nestas alturas! E mesmo assim, fazendo das tripas coração, continuavas porque... "o importante é os rapazes jogarem"...

E é esse amor tão grande que tinhas ao Hóquei em Patins e ao "TEU SANTA CLARA" que te diferenciava do comum dos mortais. E é por isso que serás sempre lembrado, muito mais pelas coisas boas que tinhas e transmitias, dos que pelos poucos defeitos que, como todo o comum mortal, também os tinhas. Mas é isso mesmo que te faz GRANDE... sim, porque santos não há! Verás como daqui a muitos anos os "teus rapazes" ainda falarão de ti com a voz embargada pela tristeza e saudade. E os teus adversários lembrarão com saudade os tempos em que se encontravam para jogar e... que saudades...

Que saudades dos teus cabelos brancos...
e da tua voz de trovão...

Que HOMEM perdemos...!

é o que sente este teu amigo...